11 de jul de 2011

...deixa quieto.

eu só quero que você saiba que eu não sou muito boa em falar o que eu sinto. eu sou mais do tipo que escreve. e, te disse isso. sob outro enredo, completamente outro. mas, disse. e, claro, você aceitou.
porque compreender é tão típico de você. compreender quem eu sou, me respeitar, fazer com que eu me sinta querida, desejada... é muito típico de você. e, te adoro por isso.
por isso, e por respeitar meu tempo.

mas, eu quero mais. eu quero poder ter você sempre por perto fisicamente, quero poder rir das suas piadas, sorrir junto contigo. ser feliz. já te disse, inclusive, que não entendo o porquê de você não estar comigo. e, juro, eu entendo. mas, claro, não aceito. e não vou aceitar nunca....

(...)

2 comentários:

Karine disse...

Acho uó essa de todo mundo se adora, todo mundo se quer, todo mundo ri junto... mas, cada qual pro seu lado!!! Ah, porra!!! Por que não juntos?

Isso me faz lembrar minha situação: 6 meses separada do meu ex namorido (depois de quase 3 anos juntos e morando juntos), ainda não entra na cabeça POR QUE CARALHO ELE ESTÁ LÁ E EU AQUI!!!! Rimos, conversamos, filosofamos, nos damos mega bem, somos super amigos, nos amamos. Mas, ele em Barcelona e eu com os sanfermines de Pamplona.

Sorte, Val! Espero que você se canse de buscar respostas e de tentar entender a cabeça desta pessoa. Tente(mos) abstrair porque é fueda entrar nessa onda!

Ma Albergarias disse...

Tempo , tempo..
Dar um tempo, dar o tempo, querer tempo.
Tô meio cheia disto e com absoluta falta de.
Tenho dito.
E vê se faz com que o tempo, seja seu tempo.
DE PREFERÊNCIA, UM TEMPO EM COMUM.