19 de out de 2011

Há 1 semana atrás...


desculpa, mas não sou obrigada a compactuar com isso. se eu sinto fome, eu vou e como. não tenho que ficar esperando b, c ou d darem ok pra nada, porque tenho liberdade pra tal. então, dear, desculpa, tipo assim, de verdade. mas, não. não vou me privar de tomar cappuccino, de fazer meu (eventual) lanche da tarde, de tomar café ou de qualquer outra coisa só porque o babaca do teu chefe faz de você a escrava branca dele, te suga e torna a sua vida num inferno e te mantém presa em azkaban.

~~ beijo, sirius black! <3 ~~

não vou deixar de trabalhar nas minhas coisas só porque este mesmo (seu) chefe pediu que eu fizesse alguma coisa por ele. ele agora tem a você e, pra eu me meter, só se disser respeito ao que eu faço para o meu departamento. departamento, esse, que vocês fazem questão de criticar, dizer que poderia ser assim ou assado. não tem merda no cu pra cagar, por favor, queridona, não cague. e, se tiver com diarreia, o mínimo que eu recomendaria (se é que alguém usa pra isso) é enfiar um OB no cu e mandar ele fazer de batom.

eca!

melhor eu parar antes que fique nojento demais. porque, né, de nojento já basta ele.

2 comentários:

Engraçadinha disse...

Hmmmm... eu me abstenho de pensar no assunto.
Ando muito assim em relação a isso tudo.

Fernanda Freitas disse...

"enfiar OB no cu e mandar ele fazer de batom."... Não sei porque, mas curti isso! Alguém por aqui vai levar uma dessas na cara. Aguarde!