3 de ago de 2011

Believe yourself...

Inspirado neste post da Engraçadinha...

é bom a senhora passar a acreditar mais em si mesma. é bom você lembrar às vezes que a gente não tem na vida tudo o que a gente queria, e que em muitas das vezes a vida não vai te oferecer aquilo que você sempre quis dela. ser uma pessoa que preza mais a razão que a emoção é ótimo, mas nem todo mundo consegue ser assim sempre. pensa nisso. pensa também que, por mais clichê que tudo isso possa parecer, é a mais pura verdade.
pessoas saem da sua vida, pessoas entram na sua vida... e, ok, agora a sensação pode ser a pior das possíveis, de se sentir parada, estagnada... a sensação é aquela de "ahh, mas por que raios isso ou aquilo acontece com todo mundo, menos comigo?!" ... mas, oh, te falar que a sua vez ainda não chegou porque não foi hora (ainda) de chegar.
pensa que por outro lado, você tem algo que muitos querem: realização e estabilidade pessoal. você tem o amor de um homem que te ama, de três crianças lindas (e maravilhosas) e isso, minha amiga, muita gente quer e não tem. e, acredite, muita gente te inveja por causa disso. pode não demonstrar, mas inveja. e você devia saber disso. e a inveja das pessoas é uma coisa que sempre vai ocorrer.
as pessoas falam de mim, por exemplo, como a doidinha que diz que usar vestido ou saia sem calcinha é normal, que sai na noite e não tá nem aí em ficar com dois ou mais. algumas amigas mesmo falam isso. e, eu sei que você é a única de todas elas que não me julga por isso.
você acha mesmo que nunca fui criticada por ficar com vários caras numa mesma noite, por cantar taxista (não sei se já te contei este episódio, mas merecia um post) gato voltando bêbada pra casa, por ficar bêbada, ou por tantas outras coisas que eu fiz e são reprovadas quando eu conto, mesmo que ainda bêbada, depois de ter voltado pra casa, para elas. me julgam porque eu não tô lá essas coisas de corpo, mas ainda assim atraio os homens com um simples olhar. não falam assim, é claro, mas não nasci ontem. o nome disso? inveja. isso existe desde que o mundo é mundo. e, assim como me invejam neste aspecto, invejam você por outro... e assim "a gente vai lévando"♪...

você não é assim. você é aquela pessoa que me diz para crescer, que torce para o amigo sair da empresa porque ele pode ser mais... mas, te falta ser assim em relação a si mesma, às vezes. eu acho. você pode dizer que não, que eu não tô prestando atenção, ou que eu não entendi direito. mas, é minha opinião. e só. você precisa enxergar melhor a si mesma, e ver que certas coisas podem ser as melhores na sua visão, mas de repente, o melhor para você é continuar aonde você está. agora pode não ser isso o que você quer, mas é o que a vida te apresenta. e você continua, porque, né... enfim... olhe mais para você e veja que você é mais, que você é capaz. só que, talvez pelo "encosto da inveja alheia", talvez porque não seja mesmo a sua vez agora, ainda não rolou. mas, acredite mais em você e tenha certeza: quando acontecer o que você julga o melhor para a sua vida, vai acontecer. quem sabe é Deus, não a gente, certo? ;)
outra coisa importante a ser dita: você é uma só. e, "aquela uma" que todo mundo quer por amiga minha amiga, thank God, é inteligente, sincera, engraçada e todas aquelas outras qualidades suas que eu vivo repetindo; e que você vive me dizendo pra deixar de dizer. porque você não enxerga, mas todo o resto do mundo "does". nem tudo o que você deseja vai ser realizado na hora que você deseja. tudo tem o seu tempo de acontecer. vai, mas não agora. saca? um dia de cada vez...
não sou eu quem vai te dizer isso e você vai acreditar de vez. e eu também não vou chegar pra você e dizer "eu avisei", pode deixar. mas, oh, tenha calma. uma hora, quando você menos esperar, as coisas acontecem.
ah, antes que eu me esqueça: chore mais. é bom, faz bem para a pele e te alivia naquele instante.
beijo, sua linda. precisando de um ombro amigo, "é nóis", você sabe.




E você sabe também que quem assina aqui nem é a Valerie, mas "a mãe" dela.

6 comentários:

Ma Albergarias disse...

Você esta me saindo uma ótima analista, viu...

Ma Albergarias disse...

Ah tem mais uma coisa:
Vc já roubou todas as palavras que poderiam ser usadas pra comentar, portanto nem digo nada...

Pri Dias disse...

Oi, acompanho o blog a algum tempo, mas só agora resolvi comentar.
Muito lindo esse post.
Eu sou uma boba para essas coisas de amizade e essa sua amiga deve ter ficado muito feliz com esse texto. Eu ficaria =)
Parabéns !

Valerie disse...

Pri, minha amiga não leu ainda. E, se leu, não se manifestou. Obrigada pelas visitas e, não se acanhe, comente sim. Mesmo que seja me xingando, comente. rs
Beijos

Pri Dias disse...

Pode deixar que vou comentar sim =)

Engraçadinha disse...

Obrigada de coração amiga. Eu enxergo meu valor sim e sei q vai chegar minha vez, assim como chegou noutros setores. Mas já são 5 anos a espera, sem contar q qdo rola essa ladainha, é mais pensando no q eu poderia proporcionar aos meus filhos, q por mim mesma.